O presidente-decreto: Jair Bolsonaro só perde pra Collor

Suerda Medeiros

Desde que subiu a rampa do Palácio doPlanalto, em 1.º de janeiro, o presidente Jair Bolsonaro usou sua caneta, comocostuma frisar, para assinar 157 decretos. É o segundo presidente que mais“canetou” desde a promulgação da Constituição de 1988.

Só perde para o ex-presidenteFernando Collor de Mello, que editou 486 decretos nos primeiros 150 dias degoverno.

Com uma base incerta no Congresso,Bolsonaro tem adotado o expediente em alguns casos para acelerar a implantaçãodo seu projeto político e cumprir promessas de campanha.  

“Com a caneta eu tenho muito maispoder do que você. Apesar de você, na verdade, fazer as leis, eu tenho o poderde fazer decreto. Logicamente, decretos com fundamento”, afirmou Bolsonaro aopresidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Decretos assinados pelos presidentes nos primeiros cinco meses degoverno:

  • Collor – 486
  • Itamar Franco – 97
  • FHC1 – 147
  • FHC2 – 151
  • Lula1 – 154
  • Lula2 – 112
  • Dilma1 – 66
  • Dilma2 – 73
  • Temer – 94
  • Bolsonaro – 157

Obs: dados de junho de 2019