Januário Cicco firma parceria para atender bebês com língua presa

Suerda Medeiros

A Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), vinculada à redeBrasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), deu mais um passo importante naassistência prestada aos bebês e estabeleceu parceria com o Departamento deOdontologia (DOD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), dandoinício ao serviço que viabiliza a realização das frenotomias para liberação dofrênulo lingual alterado.

A técnica consiste em realizar um pequeno corte na membranaabaixo da língua (pique na língua) quando, após o Teste da Linguinha, édetectado que o recém-nascido tem a língua presa. Dados do serviço indicam que6% dos bebês nascidos na MEJC possuem este problema.

Para a gerente de ensino e pesquisa da Maternidade, Maria daConceição Cornetta, a parceria firmada possibilita ganhos para o ensino, apesquisa, extensão e a assistência. “Este é um modelo de projeto onde épossível, por meio do ensino e da extensão, transformar o cuidar, melhorandoainda mais o nosso atendimento e trazendo uma maior produção de conhecimento emrelação à pesquisa”, assegura.

Os procedimentos estão sendo realizados às quartas-feiras com osrecém-nascidos da MEJC, através de agendamento prévio.